Bruxaria, mito ou realidade?

A palavra bruxaria, segundo o uso corrente da Língua Portuguesa, designa as faculdades sobrenaturais de uma pessoa, que geralmente se utiliza de ritos mágicos, com intenção maligna - a magia negra - ou com intenção benigna - a magia branca. É também utilizada como sinônimo de curandeirismo e prática oracular, bem como de feitiçaria. Para os bruxos atuais, contudo, a bruxaria é o culto à deusa e ao deus em sistemas que variam de uma deidade única hermafrodita ou feminina à pluralidade de panteões antigos, mais notadamente os panteões celta, egípcio,assírio, greco-romano e normando (viking).

Feiticeiro seria aquele que realiza feitiços, seja ele bruxo ou não, e feitiço, o gênero de magia cujo objetivo é interferir no estado mental, astral, físico e/ou na percepção que outra pessoa tem da realidade. A magia, por sua vez, é o uso de forças, entidades e/ou "energias" não pertencentes ao plano físico para nele interferir, englobando a feitiçaria e muitas outras formas de ação sobre o plano físico.
O Inicio Verdadeiro: A Bruxaria, a feitiçaria e todos os rituais espirituosos e religiosos que envolvem as trevas, começaram antes do dilúvio.
Ao lermos o Capitulo 6 de Genesis, podemos ler nos 2 primeiros versos: 1° - E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas,2°- Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Na época de Enoque, houve uma 2°rebelião no Céu e nessa rebelião cerca de 100 anjos que estavam apaixonados pelas mulheres da Terra largaram o Céu e vieram a terra, esses anjos ao terem relações com essas mulheres, começaram a revelar segredos, magias,etc...
Das relações entre os Anjos e essas mulheres, nasceram gigantes sobre a terra, e esses anjos também ensinaram aos homens a fazer o Mal, como está escrito no livro apocrifo de Enoque:
  • Azazyel ensinou os homens a fazerem espadas, facas, escudos, armaduras (ou peitorais), a fabricação de espelhos e a manufatura de braceletes e ornamentos, o uso de pinturas, o embelezamento das sobrancelhas, o uso de todo tipo selecionado de pedras valiosas, e toda sorte de corantes, para que o mundo fosse alterado.
  • Amazarak ensinou todos os sortilégios, e divisores de raízes:
  • Armers ensinou a solução de sortilégios;
  • Barkayal ensinou os observadores das estrelas;
  • Akibeel ensinou sinais;
  • Tamiel ensinou astronomia;
  • Asaradel ensinou o movimento da lua,
Para resumir essa história Deus enviou 5 anjos que são: Gabriel, Miguel, Radael e Suryal para prender esses Anjos caídos em um grande abismo onde estão e ficarão presos até o dia da Justiça de Deus, quanto a Terra, Deus destinou-a ao dilúvio mantendo vivo apenas Noé e todos que estavam na Arca.
A bíblia afirma em Judas 1-6 E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia;.
A Bruxaria continuou na terra por que após o Dilúvio, homens enganados pelo Diabo foram tentados a fazer símbolos e rituais para invocar o poder dos anjos que estão no abismo. Atualmente a bruxaria, a Magia etc... está totalmente ligado a livros de magia da Cabala( livro judeu de magia), goética (livro de satanismo), necronomicon.

Necronomicon

Goética

Cabala

Há uma grande confusão, entre os leigos, acerca de bruxaria tradicional e da moderna. A bruxaria tradicional tem suas raízes aprofundadas através do período pré-histórico, podendo ser considerada em parte irmã e em parte filha de antigas práticas e cultos xamânicos. Historicamente, tal e qual os xamãs, o papel social das bruxas tradicionais era basicamente dividido entre a prestação de auxílio à população na cura de problemas de saúde (problemas da carne, da psiquê e do espírito) e o contato com os espíritos dos mortos e dos deuses (encaminhamento de espíritos recém-desencarnados a seu destino, obtenção de favores da Deusa e/ou dos Deuses, previsões do futuro para facilitar a tomada de decisões tanto no nível pessoal quanto para a comunidade - neste último caso a leitura do futuro seria para os chefes).
A bruxaria moderna, por outro lado, embora se relacione firmemente com a Bruxaria tradicional, surge historicamente com Gerald Gardner, com a criação da Wicca no ano 1950 da Era Comum. Apesar de a bruxaria tradicional, ao longo de seus estimados mais de 20.000 anos de existência, ter vindo absorvendo elementos estranhos a suas raízes ancestrais, sendo uma religião viva e que evolui continuamente, seu eixo fundamental é bastante distinto do da bruxaria moderna, pois Gardner não apenas adotou novos elementos, mas tornou alguns destes em bases fundamentais da Wicca, amalgamando de forma indissolúvel o que teria aprendido como iniciado na bruxaria tradicional com conhecimentos adquiridos junto ao druidismo e conceitos de origem claramente oriental. Agrava-se a confusão entre bruxaria moderna e bruxaria tradicional ao ter se tornado recorrente o uso da expressão "wicca tradicional" para designar aqueles cuja linhagem iniciática remonta a Gerald Gardner.
Bruxas
Uma bruxa é geralmente retratada no imaginário popular como uma mulher velha e encarquilhada, exímia e contumaz manipuladora de Magia Negra e dotada de uma gargalhada terrível. É inegável a conexão entre esta visão e a visão da Hag ou Crone dos anglófonos. É também muito popularizada a imagem da bruxa como a de uma mulher sentada sobre uma vassoura voadora, ou com a mesma passada por entre as pernas, andando aos saltitos. Alguns autores utilizam o termo, contudo, para designar as mulheres sábias detentoras de conhecimentos sobre a natureza e, possivelmente, magia.
Algumas bruxas históricas adquiriram alguma notoriedade, como é o caso chamadas Bruxas de Salem, a Bruxa de Evóra e Dame Alice Kytler (bruxa inglesa). São também bastante populares na literatura de ficção, como nos livros da popular série Harry Potter, nos livros de Marion Zimmer Bradley (autora de As Brumas de Avalon, que versam sobre uma vasta comunidade de bruxos e bruxas cuja maioria prefere evitar a magia negra, ou a trilogia sobre as bruxas Mayfair, de Anne Rice.
As bruxas foram implacavelmente caçadas durante a inquisição na Idade Média. Um dos métodos usados pelos inquisidores para identificar uma bruxa nos julgamentos do Santo Ofício consistia na comparação do peso da ré com o peso de uma Bíblia gigante. Aquelas que fossem mais leves eram consideradas bruxas, pois dizia-se que as bruxas adquiriam uma leveza sobrenatural. Frequentemente as bruxas são associadas a gatos pretos, que dentre as Bruxas Tradicionais são os chamados Puckerel, muitas vezes tidos como espíritos guardiões da Arte da Bruxas, que habitam o corpo de um animal. Estes costumam ser designados na literatura como Familiares.
Diziam que as bruxas voavam em vassouras a noite e principalmente em noites de lua cheia, que faziam feitiços e transformavam as pessoas em animais e que eram más.
Hoje em dia essas antigas superstições como a da bruxa velha da vassoura na lua cheia já foram suavizadas, devido à maior tolerância entre religiões, sincretismo religioso e divulgação do paganismo. Gerald Gardner tem destaque nesse cenário como o pai da Religião Wicca- A Religião da Moderna Bruxaria Pagã, formada por pessoas que são Bruxos/as mas que utilizam a "Arte dos Sábios" ou a "Antiga Religião" mesclada a práticas e conhecimentos de outras tradições. A classificação de magia como negra e branca´não existe para os bruxos, pois se fundamentam nos conceitos de bem e mal, que não fazem parte de suas crenças, por isso, como costumam dizer, toda magia é cinza.
A Arte das Bruxas como era feita antes é chamada de Bruxaria Tradicional, ainda remanescendo até os dias atuais em grupos seletos, via de regra ocultos. Hoje também pode-se encontrar uma vasta quantidade de livros e sites que explicam a "Antiga Religião" mas geralmente se tratam de Wicca, pois os membros de grupos de Bruxaria Tradicional costumam preferir o ostracismo, revelando-se publicamente apenas em ocasiões especiais ou para que novos candidatos os localizem.
Em algumas regiões do Brasil o termo também pode ser usado para designar uma mariposa (traça em Portugal) grande e de coloração escura. Talvez por associar-se a imagem da borboleta a uma imagem humanóide feminina como as fadas e, assim, remeter a imagem da mariposa à de uma senhora de idade avançada, de vestes escuras e de hábitos noturnos - a bruxa.
FONTES:
LIvro de Enoque
Bíblia

15 comentários:

  1. gostei do blog exceto essa letra horrorosa verde que quase me cegou! muda a cor la fonte que eu volto a acessar!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom e instrutivo este texto. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito bom mesmo, vc é muito bonita, que sair como migo mineirinha arretada....
      deixe seu tel. para mim linidinha

      Excluir
  3. Aff meu, as vezes vejo cada bobagem... Nada ha ver ... nem compensa ficar olhando esses blogs que falam o que acham e não o que sabem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc é um otario vc não é obrigado a ler as coisa que estão no blog seu babacá

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. porque vc tiro o comentário do blog ? há?

      Excluir
  5. eu gostei muito sobre a história más tem muito mais do que esta escrito.

    ResponderExcluir
  6. é sobre a lua de sangue vcs acreditam nela em ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a lua de sangue é uma lua totalmente deferente das outras, é quando a terra é marte e a lua ficam ficam na frete da terra é esse fenonimo tem muito poder é quando as bruxas fazer seu ritual para ficarem imortais, somente nesse dia que é possível faze-lo más tem um sacrifício para ser cumprido pelas bruxas tem que beber o sangue de dose luas que é doze crianças uma de cada mês, é somente nesse dia da lua de sangue que pode ser feito

      Excluir
    2. isso e de um filme que se chama de JOAO E MARIA CAÇADORES DE BRUXAS ate pareçe qie isso e vdd e anonimo por favor n comente isso em mais nada pq todo mundo sabe que isto foi feito nun filme ok

      Excluir
  7. a lua de sangue é guando marte é a lua ficam de frete é a lua fica com uma cor avermelhada isso é lua de sangue é e também quando elas tem a oportunidade de fazer seu ritual de imortalidade somente nessa lua com o sacrifico de doze crianças .

    ResponderExcluir
  8. Velho, Necronomicon foi um livro inventado pelo H. P. Lovecraft '-' Não fala asneira.

    ResponderExcluir